Desde 2009, Luís Bittencourt tem se dedicado à pesquisa nas áreas da percussão, performance musical e pesquisa artística. A procura por novos sons e a vontade de expandir o vocabulário dos instrumentos de percussão o levaram a especializar-se em um repertório experimental em que a água é utilizada como instrumento percussivo. Esse assunto foi tema de sua pesquisa no Mestrado em Performance Musical realizada sob a orientação do compositor e professor Dr. António Chagas Rosa e do percussionista Miquel Bernat (Drumming GP).

Suas pesquisas sobre o uso da água como fonte sonora já foram publicadas e apresentadas em conferências como: Performa 11′ – Conference on performance studies (Portugal), Third Meeting of the European Platform for Artistic Research in Music - EPARM(Conservatoire Supèrieur de Musique et Dance de Lyon), International Festival for Artisitic Innovation (Leeds College of Music, UK) e The Global Composition 2012: World Soundscape on sound, media and the envinronment, sendo esta última realizada como parte da programação do 46º International Summer Course for New Music Darmstadt 2012 (Alemanha). 

Em 2012, foi convidado pelo percussionista Miquel Bernat para gravar, juntamente com o Drumming Grupo de Percussão (Portugal), a obra Water Music (2004), de Tan Dun. Esta gravação faz parte de um DVD que integra o trabalho de investigação intitulado “Abordagem à espacialização de um ensemble de percussão — Estudo de caso Drumming GP”, realizado no Mestrado em Multimédia, Perfil de Música Interativa e Design de Som da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Portugal, sob a autoria de Suse Ribeiro.

Seus interesses de pesquisa incluem a utilização de instrumentos e fontes sonoras não convencionais no repertório contemporâneo para percussão, música experimental, técnicas estendidas nos instrumentos de percussão, organologia, performance e interpretação musical, pesquisa artística e outros assuntos relacionados.

Como professor, atuou no curso de percussão da Escola de Música Villa-Lobos (Joinville, SC, Brasil), Curso de Extensão em Música da Universidade Federal de Santa Maria (RS, Brasil), The Fifth Ney Rosauro and Jeff Moore's Mallet and Percussion Summer Camp (University of Central Florida, USA), Academia de Artes de Chaves (Chaves, Portugal), Academia de Música de S.M. da Feira (S.M. da Feira, Portugal), Academia de Música Costa Cabral (Porto, Portugal), Fórum Cultural de Gulpilhares (Portugal), entre outras instituições. 

Luís Bittencourt é Mestre em Música (Performance) pela Universidade de Aveiro/PT, Bacharel em Percussão pela Universidade Federal de Santa Maria – UFSM/BR (2006) e atualmente desenvolve a pesquisa intitulada "Found sound: complexidade epistêmica na performance de obras para percussão que utilizam instrumentos incomuns", financiada pela CAPES (Brasil) e realizada no âmbito do Programa Doutoral em Música da Universidade de Aveiro. Luís Bittencourt é também pesquisador do INET-MD (Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança), uma unidade de investigação multidisciplinar e poli-anucleada, situada em Lisboa e Aveiro, Portugal. 


Publicações

Bittencourt, Luis. 2016. "Memórias Líquidas for solo waterphone and live loops: criação, performance e transtextualidade". Revista Música Hodie, Goiânia, V.16 - n.2, p. 116-132.

Vargas, Tatiana, Luís Bittencourt, e José Clerton de Oliveira Martins. 2016. "A experiência de Ócio e sua dimensão criativa: um estudo de caso sobre a performance de Water Music (2004) de Tan Dun (1957)." Revista Música Hodie, Goiânia, V.16 - n.1, p. 71-85. 

Bittencourt, Luís. 2013. "Creative thinking – O papel da criatividade na performance de Water Music (2004) de Tan Dun (1957)". Post-ip: Revista do Fórum Internacional de Estudos em Música e Dança, Aveiro, Vol. 2, No 2, 2013, p. 158-167. 

Bittencourt, L. 2013. “Water percussion: a research on a new musical matter”. Third Meeting of the European Platform for Artistic Research in Music (EPARM), Conservatoire Supèrieur de Musique et Dance de Lyon, France.

Bittencourt, L. & Vargas, Tatiana. 2013. "A experiência de ócio e o investimento criativo na música contemporânea" In: III Congresso Internacional em Estudos Culturais: Ócio, Lazer e Tempo Livre nas Culturas Contemporâneas, 2013, Aveiro. Livro de actas. 

Bittencourt, L. 2012. "O uso da água como fonte sonora percussive: análise de Water Music (2004) de Tan Dun". Dissertação de Mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro. 

Bittencourt, L. 2012. "Using water as a percussive sound source: techniques related to Tan Dun's Water Music" In: The Global Composition 2012: conference on sound, media and the environment. Proceedings book. Darmstadt: Hochschüle Darmstadt. p.322-331.

Bittencourt, L. 2011. "A água como fonte sonora percussiva" In: Performa 11 '- Encontros de Investigação em Performance, 2011, Aveiro. Proceedings and abstracts book Performa 11'. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2011. p.47-47


Copyright © 2018 - Luís Bittencourt